“ATENCIÓN! Lo que ocurra en el aeropuerto de Margarita será responsabilidad de Maduro”, Henrique Capriles Radonski

henrique-capriles

|AF|

Henrique Capriles Radonski quando saia do avião no aeroporto de Margarita deparou-se com grupos armados. Os passageiros estão sitiados neste momento. Segundo o mesmo os grupos em causa foram enviados por Nicolás Maduro depois de este, no dia 3 de setembro de 2016, ter corrido à frente da multidão em fúria para evitar uma “caçarolada”.

“Uma multidão em fúria perseguiu o Presidente venezuelano Nicolás Maduro, que tinha ido inaugurar a renovação de novo complexo de habitações sociais na pequena localidade de Villa Rosa, na turística ilha Margarita. Foram colocados vídeos nas redes sociais que mostram os populares a rodear completamente o impopular Presidente, de noite, que fugiu a correr”, segundo publicação do jornal Publico.