Navio de cruzeiro “Azura” cancela escala na Madeira devido aos incêndios e leva para Canárias 3 mil passageiros

azura
O navio britânico Azura.

Com Rui Marote

Não foi anunciado, mas o FN apurou que o navio de cruzeiro “Azura”, com escala prevista ontem no Porto do Funchal, decidiu cancelar a visita à Madeira e optou por desviar a rota para Canárias, levando a bordo mais de 3 mil passageiros que deixaram de consumir na Madeira.

O navio inglês é agenciado no Funchal pela Blandy que confirmou o cancelamento, “como uma decisão pessoal tomada pela companhia, dadas as circunstâncias por que a Madeira tem passados nestes dias”. Também fomos informados de que não está prevista qualquer escala próxima do “Azura” nos próximos dias. O site da APRAM também já não regista a presença do transatlântico.

Esta escala cancelada representa para a Madeira um elevado prejuízo, já que a bordo do navio seguiam mais de 3 mil passageiros que naturalmente iriam dar de ganhar ao comércio local e não só.

Apesar dos apelos permanentes do Governo Regional e da República no sentido de assegurar a normalidade da atividade turística da Região, após a tragédia dos incêndios, a verdade é que nem todos os operadores embarcam nos discursos políticos e optam por outras rotas.

azura3