MP requer julgamento de homem que degolou mulher no Porto Santo

Porto Santo-249O Ministério Público (MP) requereu o julgamento em tribunal colectivo de um arguido pela prática do crime de homicídio.

No essencial está indiciado que o arguido, em 08.01.2016, degolou a companheira à frente de outras pessoas, entre as quais se encontrava o neto da vítima de 13 anos de idade.

Este último, apercebendo-se de que o arguido se tinha introduzido na residência e atacava a sua avó afirmando que a matava, conseguiu fugir de casa, através de uma janela e solicitar auxílio num restaurante próximo. Foi à chegada das pessoas que acudiam em auxílio da vítima que o arguido cortou a garganta à mesma, matando-a.

Na ocasião, o arguido aguardava julgamento por crime de violência doméstica qualificada contra a mesma vítima, tendo entretanto sido condenado pelo referido crime.

O arguido aguarda julgamento em prisão preventiva.

O inquérito foi dirigido pelo MP da Instância Local do Porto Santo, com a coadjuvação da PJ.