Festival Raízes do Atlântico em junho com novo conceito

Festival Raíszes do Atlantico

**O Festival Raízes do Atlântico, edição 2016, estará de volta nos dias 9, 10 e 11 de junho para a sua 17ª edição a ter lugar na Quinta Magnólia.

Um festival organizado pela Direcção Regional da Cultura que pretende unir diferentes gerações, locais e visitantes numa viagem sonora de raízes culturais, novos sons, fusões, tradição mas acima de tudo muita alma.

A edição de 2016 do Raízes do Atlântico irá assentar numa viagem renovada pelo mundo, mas acima de tudo pela lusofonia e pelos países que é possível encontrar pelo oceano Atlântico dando assim mote ao próprio nome do festival.

De acordo com a informação cedida pela Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura da Região Autónoma da Madeira, a edição deste ano revelará um festival “com um novo conceito de imagem e programação” que se pretende “ultrapassar a barreira tradicional do conceito “World Music” para uma fusão de géneros, no qual a lusofonia se destacará”.

Festival Raizes do Atlantico

No dia 9 o festival contará com Elida Almeida de Cabo Verde e com a portuguesa Lula Pena. Dia 10 será a vez do sul-africano Petit Noir e dos Sons Of Kemet do Reino Unido, enquanto que para o dia 11 estão reservados os concertos do Ivan Lins do Brasil e Ghalia Benali da Tunísia, artistas que partilharão o palco com os madeirenses Xarabanda.

Foi escolhido um dos lugares mais exclusivos da cidade do Funchal, o emblemático jardim da Quinta Magnólia, um espaço histórico e que contém uma riqueza de vegetação africana e europeia únicas, proporcionando-se assim um cenário de excelência ao festival.

Os bilhetes custam 5 euros por dia ou 12 euros um passe para os 3 dias. Podem ser adquiridos na porta, Fnac e online no site.