Sérgio Marques combate críticas da oposição: riscos são inevitáveis, diz

sergio marques

O secretário regional dos Assuntos Parlamentares e Europeus, que esteve na Assembleia Regional com Rui Gonçalves para responder às questões suscitadas pela oposição no âmbito do debate sobre o que falta fazer seis anos depois do 20 de Fevereiro de 2010, garantiu hoje que o governo está atento a situações de risco e que quem prevaricar será punido, independentemente de ser tal cidadão ou tal empresa. O governante respondia assim a críticas da oposição, que questionava se haveria equidade do governo na forma de actuar com os responsáveis por aterros que podem deslizar e pôr em perigo vidas e bens, como se verificou durante o temporal da supracitada data fatídica.

Muitas foram as questões e as críticas hoje colocadas pelos diversos partidos aos responsáveis governamentais, inclusive o desafio de pedir desculpa, lançado de forma algo agressiva por Jaime Leandro, às populações do Porto da Cruz por esta ter sido negligenciada pelo governo de Jardim. Ninguém se desculpou, mas Marques admitiu que será feita uma intervenção naquela localidade, para conter os terrenos situados junto ao cemitério.

Sob fogo cruzado da oposição, Sérgio Marques referiu que é impossível fugir ao risco e deixou entrever que dizer o contrário é demagógico, em regiões de orografia acidentada como é a nossa. Os governantes presentes hoje no parlamento regional referiram ainda que o radar meteorológico, em princípio, deverá avançar ainda no decorrer de 2016.