Amândio de Sousa e Duarte Caldeira expõem na Ordem dos Arquitectos

arquitectos

O escultor Amândio de Sousa e o arquitecto Duarte Caldeira colaboram ambos numa exposição de escultura que será inaugurada amanhã às 18 horas na sede da Ordem dos Arquitectos, na Rua dos Netos 24, no Funchal.

São treze esculturas que podem ser executadas em qualquer formato a partir da sua matriz, apresentada em representação geométrica. Sem alterar as suas proporções, estas esculturas podem existir em qualquer tamanho, seja como pequenos objectos, peças de mobiliário ou esculturas de grandes dimensões para espaços exteriores, refere a organização da mostra, que se intitula ‘Derivações’.

São construídas em diversos materiais, como o metal, a madeira lacada, o aço ou o betão. Presentes na exposição, estarão 16 peças executadas em metal banhado a prata e madeira lacada. Todas as peças desta colecção podem ser executadas por encomenda em qualquer dimensão, quantidade ou material. O formato pode variar entre o pequeno, o médio e o grande formato. A mesma escultura pode transformar-se desde pequena peça de joalharia, peça de mobiliário, até à escala de monumento. Todas as peças são desenvolvidas e produzidas a partir do seu projeto matricial, representado em desenhos geométricos, presentes nesta exposição junto a cada uma das peças.