Catarina, colocada em Gestão na UMa: “Deixei de ser “bicho” para passar a ser caloira”

catarina 2
Foto Telmo Gouveia Photography.

Catarina Dias: COLOCADA no Curso de Gestão, Universidade da Madeira.

Até aos primeiros dias de setembro, a jovem Catarina desconhecia se faria os estudos superiores na Madeira ou no Continente. A sua aposta enquanto estudante foi sempre ser uma aluna aplicada, metódica e investir em força numa formação superior virada para as económicas, mais precisamente para Gestão.

Residente no Caniço, frequentou o ensino secundário no Funchal e procurou conciliar os estudos com as atividades extra-curriculares da escola para alargar horizontes.

O dia “D” aconteceu a 5 de setembro com a divulgação oficial dos resultados da primeira fase das candidaturas ao acesso ao ensino superior. Nesta verdadeira “roleta” das candidaturas e das médias, calhou-lhe a Universidade da Madeira. Menos de um mês a frequentar a jovem universidade do País, a Catarina Dias deixa ao Funchal Notícias o seu testemunho.

catarina parxe
Foto Telmo Gouveia Photography.

“Dia 5 de Setembro de 2015, talvez dos dias mais agitados da minha vida! Será que vou ficar? Ou será que vou atravessar o Atlântico? Eram 21h30 quando soube que tinha ficado cá em Gestão, dei uma salva de palmas e um sorriso de orelha a orelha juntamente com a minha família.

Inicialmente, pensei logo que ia ficar com os meus (familiares e amigos) e que tinha vantagem em relação alguns amigos meus que tiveram que fazer as malas e seguir caminho desconhecido. Talvez tivesse mais a tarefa facilitada do que aqueles que viajam para bem longe da terra.

Os meus primeiros dias na Universidade da Madeira foram marcados pela descoberta dos novos professores e colegas, mas principalmente pela praxe! Confesso que estava com um pouco de receio, porque já tinha presenciado as do Continente e não eram muito leves. No entanto, aqui, fui muito bem recebida e devo dizer que correu tudo muito bem, nada de abusos! Admito, é certo, que primeira semana foi mais complicada, não estava habituada.

Mas tenho conhecido pessoas maravilhosas, criei amizades que levo para vida e será sem dúvida uma etapa que não vou esquecer.

Tem sido um um mês de muita loucura, muitas lutas e desafios que terminaram com o batismo na praia, em frente ao teleférico. Finalmente, deixei de ser “bicho” e passei a ser caloira!

A minha vida académica apenas começou e sei que tenho um longo caminho para percorrer, espero apenas que corra tudo bem e que tenha sucesso. Sei que o estudo tudo compensa e que estou a dar os primeiros passos para uma formação mais alargada, numa área que me fascina que é a gestão.

catar9ina perfil melhor