De que modo o ‘software’ falseava o desempenho dos carros a gasóleo da Volkswagen?

vw-fumo

A Volkswagen admitiu que o software instalado nos carros a gasóleo vendidos nos Estados Unidos da América  detectava, através de um algoritmo informático sofisticado, se o carro estava a ser submetido a testes em laboratório e desta forma alterava a quantidade dos gases emitidos. Os testes realizados pela Agência de Protecção do Meio Ambiente dos Estados Unidos da América em laboratório obtiveram valores, dos gases emitidos, dentro dos valores normais. Quando a medição dos gases foi feita com o carro em andamento, os valores obtidos foram 40x superior ao valor máximo autorizado, de acordo com a legislação em vigor.