Sócrates em prisão domiciliária numa casa da ex-mulher

wpid-socrateswss093.jpg

O antigo primeiro ministro, José Sócrates, está já numa casa da zona da Alameda, em Lisboa, em prisão domiciliária. Sócrates deixou o estabelecimento prisional de Évora, na sequência de uma decisão do juiz Carlos Alexandre, que reviu a medida de coacção.

Após dez meses de prisão preventiva, Sócrates acabou por ser libertado e é colocado sob vigilância policial, numa casa pertencente à sua ex-mulher, Sofia Fava, o que obrigará ao revezamento de quatro agentes.

Os seus advogados deverão dar uma conferência de imprensa hoje às 11 horas.

Sócrates chegou à casa vestido com uma simples t-shirt cinzenta. Aparentava alguma fragilidade. A Procuradoria-Geral da República referiu que, apesar de lhe ter sido permitida a prisão domiciliária, os indícios que ligam Sócrates às acusações que lhe são movidas não estão enfraquecidos, antes pelo contrário. Mas, tendo realizado uma trintena de buscas e ouvido uma dezena de pessoas, entende que já não há tanto perigo de o inquérito em curso ser perturbado.

José Sócrates não está impedido de falar à imprensa, embora não possa contactar outros arguidos no processo.