Navio-escola Brasil estreia porto do Funchal a 12 de agosto

navioO navio-escola “Brasil” visita a Madeira de 12 a 15 deste mês, no âmbito de uma viagem de cinco meses pelo mundo para formação da sua tripulação e aproximação diplomática aos países onde irão fazer escala.

O Cônsul Honorário do Brasil no Funchal, João da Cunha Paredes e o Comandante do Navio-Escola “Brasil”, CMG António Carlos Cambra, recebem algumas entidades da Região a bordo para um cocktail para assinalar esta visita, no dia 12, pelas 18h00.

É de referir que o navio está aberto ao público para visita guiada no dia 13 e 14 de agosto das 14h00 às 17h00.

 O Navio-Escola “Brasil” foi construído no Brasil pelo Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, a partir do projeto desenvolvido pela Diretoria de Engenharia Naval, ambos órgãos da Marinha do Brasil. Sua construção foi iniciada em setembro de 1981 e, após dois anos, o navio foi lançado ao mar, tendo sido incorporado à Marinha em 21 de agosto de 1986, ocasião em que foi transferido para o Setor Operativo.

O Navio tem sido atualizado ao longo dos anos e, atualmente, é equipado com modernos sistemas, a maioria dos quais provenientes de projetos nacionais desenvolvidos tanto pela Marinha do Brasil quanto por empresas nacionais, destacando-se o Sistema de Simulação Tática e Treinamento (SSTT), importante recurso instrucional utilizado na disciplina de Operações Navais para os formandos dos Guardas da Marinha; o Centro de Integração de Sensores para Navegação Eletrônica (CISNE); o Sistema de Controle de Avarias (SCAv); e o Sistema de Controle e Monitorização da Propulsão.

Anualmente, o Navio realiza a Viagem de Instrução de Guardas-Marinha (VIGM) com os propósitos de complementar, com ênfase na experiência prática, os conhecimentos teóricos adquiridos na Escola Naval durante o Ciclo Escolar; de aprimorar a formação cultural dos futuros Oficiais da Marinha do Brasil; e de representar o País e a Marinha nos diversos portos visitados, promovendo o estreitamento dos laços de amizade com nações amigas. Durante a VIGM, são ministradas aulas práticas de navegação, meteorologia, marinharia, operações navais, controle de avarias e administração naval, bem como é conduzida a importante fase de adaptação dos Guardas-Marinha à vida de bordo. A XXIX VIGM será realizada no período de 26 de julho a 20 de dezembro de 2015 e, em seu roteiro, estão previstos 18 portos em 15 países.

Ao término da viagem, os formandos serão nomeados Segundos-Tenentes e distribuídos por todo o País, de acordo com os seus respectivos Corpo e Habilitação. Aqueles pertencentes ao Corpo da Armada embarcarão nos navios da Marinha; os integrantes do Corpo de Fuzileiros Navais serão designados para os diversos Batalhões e Companhias Independentes; e os componentes do Corpo de Intendentes da Marinha poderão servir a bordo dos navios ou em Organizações Militares em terra.

O atual Comandante do Navio é o Capitão-de-Mar-e-Guerra António Carlos Cambra, que assumiu o cargo em 16 de janeiro de 2015.

A tripulação é composta por 33 Oficiais, 222 Praças e 3 Servidores Civis da Marinha do Brasil. A partir do dia 20 de julho, o navio contará com mais 182 Guardas da Marinha (todos oriundos da Escola Naval), 2 Oficiais do Centro de Instrução Almirante Wandenkolk (CIAW), além de convidados do Exército Brasileiro, da Força Aérea Brasileira, da Marinha Mercante Nacional, Ministério das Relações Exteriores e de Marinhas Amigas.