Governo britânico aconselha cidadãos a deixar a Tunísia

 

tunisia

O ministério dos Negócios Estrangeiros britânico emitiu um aviso aos cidadãos britânicos presentes na Tunísia para abandonarem o país, por considerar que “é altamente provável” que ali se verifique um novo atentado terrorista.

O aviso partiu de Philip Hammond, secretário com a pasta dos Negócios Estrangeiros.

Trinta britânicos estavam entre os 38 turistas mortos num ataque a tiro numa praia da Tunísia no mês passado.

O ‘Foreign Office’ britânico estima que entre 2500 e 3000 turistas do seu país estejam na Tunísia, além de algumas centenas de britânicos residentes.

Algumas empresas estão a repatriar os seus funcionários britânicos.

O governo britânico considera que, embora as autoridades tunisinas tenham colocado em prática mais medidas de segurança, as mesmas não proporcionam protecção adequada aos turistas.