Joana Amaral Dias vem à Madeira reunir com o Partido Trabalhista

joana
Conhecida pelo seu estilo frontal e crítico, Joana Amaral aposta no próximo desafio eleitoral.

Joana Amaral Dias, o rosto principal do Movimento Agir, que se candidata às eleições legislativas nacionais de outubro, visita a Madeira na próxima semana, a partir de sábado, onde terá encontros de trabalho com os dirigentes locais do Partido Trabalhista Português.

Recorde-se que, Joana Amaral Dias fez uma aliança com o PTP tendo em vista o próximo sufrágio. Por isso o PTP muda a sua designação para PTP/Agir, nome com que se candidatará ao escrutínio nacional, tendo como cabeça de lista a ex-militante do Bloco de Esquerda.

O partido de José Manuel Coelho ganha assim um novo impulso na Madeira com esta parceria nacional e daí a necessidade de definir uma agenda de trabalho e uma estratégia tendo em vista o melhor score eleitoral em outubro.

Joana Amaral anunciou o aparecimento desta iniciativa nova no panorama político nacional, nestes termos: “Não vimos para unir a esquerda, muito menos para a dividir, estamos aqui para dizer que perante a necessidade desta revolução democrática, as divisões entre esquerda e direita apenas nos enfraquecem”.

Como é timbre do discurso também do PTP, as principais bandeiras do Agir assentem no “combate à corrupção”, o “direito a escolher o modelo económico”, “a salvaguarda dos serviços públicos” e “o mais importante: somar gente à democracia”.

Filha do médico psicanalista e psiquiatra Carlos Amaral Dias, Joana Amaral Dias é licenciada em psicologia e assistente no Instituto Superior de Psicologia Aplicada. Começou por ter algum protagonismo televisivo pela participação no BE, tendo já se desvinculado desta formação partidária. Depois disso, tem colaborado com o Partido Socialista e, mais recentemente, quando todos pensavam que seria uma das apostas do movimento “Livre”, eis que a ex-deputada avança com o Agir, em aliança com o PTP.