PAN e Albuquerque confirmam acordo político

foto arquivo

Tanto o PAN como Miguel Albuquerque, da “Somos Madeira”, confirmaram já hoje um acordo de incidência parlamentar, assente num “diálogo”. Albuquerque preferiu sublinhar uma alegada coincidência de políticas na causa animal e ambiental que PSD-CDS partilham com o PAN.

A justificação para o acordo, que coloca de parte uma hipotética demissão de Miguel Albuquerque, a qual foi insistentemente anunciada durante a campanha, tem, claro está os “interesses da população” e a “estabilidade governativa” necessária, em vista.

Como já se previa, não haverá qualquer participação do PAN no executivo. Albuquerque, entretanto, não fecha a porta a possíveis acordos com a Iniciativa Liberal.

Numa conferência de imprensa que decorreu sede do PAN no Funchal, Mónica Freitas, por aquele partido, preferiu enfatizar as possibilidades do partido colocar em prática através da sua influência, as causas que defende.

Resta ver qual será a partir de agora a posição do PAN em casos polémicos na RAM, como os projectos do teleférico do Monte ou da Estrada das Ginjas.