Hospital Particular faz rastreios gratuitos para cancro da próstata

O Hospital Particular da Madeira vai realizar rastreios gratuitos no mês de Prevenção do Cancro da Próstata, Novembro “Azul”, em que esta cor simboliza a prevenção contra esta doença.

A ideia é consciencializar para a saúde do homem, alertando, em particular, para a
prevenção e para o diagnóstico precoce do cancro da próstata – uma doença, por norma, silenciosa e assintomática na fase inicial.

Actualmente, o cancro da próstata é o mais frequente nos homens, de acordo com a Liga Portuguesa Contra o Cancro, que recorre a dados do Global Cancer Observatory (Globocan). O Movember – ou movimento do Novembro Azul – é o maior movimento internacional em prol da saúde masculina e tem grande impacto neste tema, ao sensibilizar para a importância dos cuidados de saúde preventivos, como o rastreio do cancro da próstata.

É também conhecido por todos os anos desafiar os homens a deixar crescer o seu bigode, incentivando-os a cuidar da sua saúde.

Todos os homens dos 50 aos 75 anos de idade devem fazer o rastreio, que consiste em análise sanguínea e toque retal. Porém, este rastreio deverá ser iniciado mais cedo (aos 45 anos) se houver história familiar significativa de cancro da próstata.

Embora hoje existam mais opções terapêuticas para tratar esta patologia, quanto mais cedo for detectada, maiores serão as hipóteses de sobrevivência, uma vez que o diagnóstico tardio está habitualmente associado a um pior prognóstico.

O que é a próstata? É uma glândula do sistema reprodutor masculino, cuja dimensão é semelhante à de uma noz, situando-se na cavidade pélvica, abaixo da bexiga e em redor da uretra, canal pelo qual sai a urina e o sémen. A próstata integra o sistema reprodutor masculino e tem um papel fundamental na produção de parte do fluido que compõe o esperma.

Neste âmbito, o Hospital Particular da Madeira realiza rastreios gratuitos, todas as segundas-feiras do mês de Novembro; nos dias 7, 14, 21 e 28.

Agende o seu Rastreio, gratuito, através do 291 003 300, ou nas recepções do Hospital Particular da Madeira.