CDU queixa-se do INATEL fechado no Santo da Serra

A CDU foi a Santa Cruz este fim-de-semana, realizar uma acção junto ao edifício da Fundação INATEL, no Santo da Serra, para denunciar o fecho deste edifício público que depende das competências do Governo da República.

O dirigente da CDU, Duarte Martins, constatou o abandono do edifício onde funcionou o INATEL, pertencente ao Estado Português, que tem como tutela o Ministério do Trabalho, Solidariedade e Assuntos sociais.

“Este empreendimento público teve durante muitos anos uma função importantíssima, no que se reporta ao direito ao lazer, ao descanso e a férias por parte dos trabalhadores e do povo madeirense e Porto-santense. Esses trabalhadores caso fossem associados à Fundação INATEL usufruíam de grandes descontos nos seus hotéis, pensões e alojamentos, o que era importantíssimo para a dinamização económica do País, da região e para bem dos trabalhadores”, relevou.

“Infelizmente o que se verifica neste caso em particular é que existiu um acordo com um grupo privado, aquando do Governo de PSD/CDS, que visou tornar esta unidade uma mistura de fundos privados e públicos, em que nada veio beneficiar o povo, pelo contrário, veio a fechar esta unidade hoteleira”, lamentou.

Actualmente, esta unidade possuí três funcionários a tempo inteiro todo o dia, sem que esteja aberta e ao serviço dos trabalhadores.

“Neste actual momento em que se vive, com o aumento do custo de vida, e que os trabalhadores e o povo procuram fazer férias mais económicas e na Região e com a dificuldades económicas devido aos baixos salários e rendimentos, era fundamental o Estado garantir que os pobres tenham os mesmo direitos que os ricos ao lazer , ao descanso e às férias”, referiu.

Por isso também entende ser essencial que o executivo JPP da Câmara Municipal de Santa Cruz, como órgão de poder local, em articulação com o Governo Regional, e com o Governo da República, intervenha para “rapidamente resolver esta situação”.