CMF assinou protocolo de cooperação com a SRTC e a Biblioteca

A Câmara Municipal do Funchal (CMF) formalizou esta quarta-feira, no auditório do Arquivo e Biblioteca da Madeira, a assinatura do protocolo de cooperação com a Secretaria Regional do Turismo e da Cultura, no âmbito do Património Documental.

O protocolo que formaliza a adesão da Biblioteca Municipal do Funchal ao Catálogo Colectivo de Bibliotecas da Madeira (ligado a grandes plataformas nacionais e internacionais) visa promover e apoiar projectos, programas e acções que contribuam para a protecção e salvaguarda do património cultural, assim como preservar, valorizar e divulgar o património documental e bibliográfico do Funchal.

A cooperação entre as partes concretizar-se-á nos domínios específicos da conservação e restauro, da desmaterialização e da divulgação do património documental e bibliográfico da Biblioteca Municipal do Funchal, a mais antiga da Madeira, com 184 anos de existência, refere um comunicado camarário.

O presidente da CMF enaltece esta “cooperação positiva” para proteger e salvaguardar o “nosso património cultural”, sublinhando que há todas as condições e técnicos habilitados para a conservação, restauro e fiscalização das obras.

“É um dever e uma obrigação nossa fazer a cedência deste espólio, porque mão se trata apenas de um património do município do Funchal, sublinhando, que se calhar foi um erro cometido nos anos anteriores, olhar para as instituições como “ capelinhas”, advogou.

Calado considerou que a celebração deste protocolo “ resulta da  visão ampla, abrangente e muito profissional” do Governo Regional  de procurar  “ampliar a cultura da nossa terra”. Deixou, por outro lado, um apelo às novas gerações para que não deixem perder a proximidade com o arquivo, mantendo a promoção e a criação de hábitos de leitura.