Madeira deverá ter um novo matadouro

Uma portaria conjunta de Rogério Gouveia e Humberto Vasconcelos redistribui e altera os encargos orçamentais relativos à celebração pelo CARAM – Centro de Abate da Região Autónoma da Madeira, EPERAM de contrato para a “Elaboração do projeto de execução tendo em vista a possível construção do novo matadouro da Região Autónoma da Madeira e assistência técnica do respetivo contrato de execução de empreitada de obra pública”, no valor global de €159.850,00.

As verbas encontram-se escalonados na forma seguinte:
Ano Económico de 2022: €135.872,50;
Ano Económico de 2023: €23.977,50;

Acresce que a portaria tem efeitos retroativos a 20 de abril de 2022.