“Investimento na área de enfermagem continua a ser uma prioridade para o SESARAM”

Foto DR

O Serviço Regional de Saúde (SRARAM, EPERAM) considera que “o investimento na área de enfermagem continua a ser uma prioridade”. Conforme indica o Serviço, “exemplo disso foi a recente abertura do procedimento concursal do SESARAM, EPERAM, publicado no dia 1 de setembro, para a contratação de 80 novos enfermeiros para reforçar a robustez do Serviço Regional de Saúde.”

De acordo com os dados do SESARAM, “desde 2016 até ao final do primeiro semestre de 2022, foram contratados 554 enfermeiros para o exercício de funções no Serviço Regional de Saúde”, sendo que, “atualmente são 2 mil os profissionais desta área que asseguram a resposta à população da RAM, e a este número irão somar-se mais 80 enfermeiros que irão integrar o serviço público de saúde da RAM”.

Os enfermeiros representam o maior grupo profissional afeto ao Serviço de Saúde da RAM – são mais de 500 – e desempenham funções nos vários níveis de cuidados, cuidados primários, cuidados hospitalares, cuidados continuados e cuidados paliativos, nas várias áreas de atuação (cuidados gerais, reabilitação, saúde infantil e pediátrica, saúde materna e obstetrícia, saúde mental e psiquiatria, saúde comunitária, entre outras).

O Serviço Regional de Saúde “incentiva e apoia a valorização e desenvolvimento profissional”, realçando que “entre 2019 e 2022, mais de 180 enfermeiros investiram na sua formação profissional, a maioria encontra-se a frequentar cursos pós-graduados, pós-licenciaturas e mestrados, e sete profissionais encontram-se a frequentar o doutoramento”.

No entender do SESARAM, trata-se de uma “política de apoio e valorização dos recursos humanos vai ao encontro do preconizado no Programa de Governo em matéria de Recursos Humanos”.