Água do mar novamente conspurcada nos Reis Magos; “doença” afecta toda a costa sul

O FN vai continuar, teimosamente e sempre que a detectar, a denunciar a prevalência de sujidade nas águas das praias com Bandeira Azul do “Melhor Destino Insular do Mundo”. Temos insistentemente deparado com imundície no mar, em praticamente todo o lado, principalmente na costa sul da Madeira. Desta feita, deparámos novamente com o triste espectáculo na Praia dos Reis Magos.

Flutuavam máscaras anti-Covid-19; objectos acastanhados que muito pareciam coliformes fecais; tábuas; copos de plástico; espuma muito “suspeita”; e outros detritos. As fotos documentam o triste estado das águas, por volta das 20 horas desta quarta-feira. A ondulação de sul não ajudava, pois empurrava constantemente a porcaria contra a costa.

Lamentavelmente, havia quem mesmo assim nadasse nas águas conspurcadas, arriscando a saúde, inclusive estrangeiros. O FN compreende. É miserável desejar dar um mergulho, chegar lá e deparar com este cenário. As pessoas acabam por ir em frente e “fé em Deus”. Mas é repugnante. Tal como outra situação similar que denunciámos ainda há dias, na Praia Formosa. Nessa, não fazendo jus ao nome, flutuavam mesmo fezes humanas.

O que nos faz espécie é a aparente inoperância das entidades competentes; e a ousadia de proclamar que um lugar que tem águas assim pode passar pelo melhor destino insular mundial. Mas enfim. Vamos registando.