Albuquerque quer que Madeira tenha vacas próprias e a alto preço

foto GR

Miguel Albuquerque quer que a Madeira tenha a sua própria raça de vacas. Essa raça, adiantou, está a ser desenvolvida na Estação Zootécnica da Madeira, que foi hoje visitada pelo chefe do Executivo, e deverá constituir uma aposta de mercado que tenha tanto sucesso como o rum da Madeira, exemplificou o governante. O objectivo foi pegar numa raça que já existia há muitos anos, tentar “recuperá-la e reconhecê-la como raça autóctone aqui da Região”, explicou na ocasião Sara Nóbrega, da Estação Zootécnica. Foram animais que “vieram com os colonos” e que sofreu depois vários cruzamentos. “Estamos a recuperá-la e a registá-la”, disse a responsável.

Albuquerque comparou esta raça às famosas “raças massajadas” do Japão e disse que, como não conseguimos, na RAM, produzir em escala, temos de produzir em qualidade.

Estes bovinos poderão representar “algo singular, algo único”, de qualidade, que seja naturalmente paga.

Uma carne “com valor alto”, no mercado, adiantou.