50 alunos na lota do Funchal sensibilizados para as artes de pesca artesanal

Foto: DR

Jovens que frequentam o 10.º Ano da Escola Secundária Jaime Moniz e o 4.º Ano da EB123/PE Bartolomeu Perestrelo, num total de 49 alunos, visitaram as instalações da lota do Funchal e o laboratório de investigação da Direção Regional do Mar (DRMar).

As visitas têm um carácter didático e o enfoque na transmissão de conhecimentos práticos sobre o setor das pescas da Região, mas também na importância da preservação dos oceanos, recolha do lixo marinho, investigação e proteção das espécies, primeira venda do pescado fresco, regras do funcionamento da rede comercial e a importância das quotas.

Os responsáveis da lota e da DRMar que coordenam estas visitas e transmitem os conhecimentos aos alunos, têm alertado também para as artes de pesca da Região e o seu carácter artesanal, para a necessidade da sustentabilidade e o cumprimento das regras regionais, nacionais e europeias, sem as quais corremos o risco de nos próximos anos deixarmos de ter algumas das espécies selvagens.

Além destes ensinamentos, os jovens alunos são ainda sensibilizados para dureza da atividade de pescador e o respeito que devem merecer da população.