Exames nacionais arrancam hoje com a prova de Português dominada pelo género épico de Pessoa e Camões

Fotos FN

Um exame nacional de Português, 12.º ano, a transbordar de referências épicas e mitológicas, tendo por bases os escritores Fernando Pessoa e Camões. Foi assim que o IAVE inaugurou hoje a primeira fase dos exames nacionais de acesso à universidade, para milhares de alunos em todo o país, com a prova nacional 639, de Português.

A equipa que fez o exame privilegiou a Mensagem, de Fernando Pessoa, confrontando os alunos com um poema trabalhado em aula, mas com questões que implica um domínio da análise e interpretação de texto. Logo de seguida, novamente o género épico com o imortal Camões e um excerto da obra Os Lusíadas, mais precisamente da dedicatória.

Os estudantes foram ainda convidados a comparar as obras Mensagem e Frei Luís de Sousa no que diz respeito ao Sebastianismo. Para além das sempre enigmáticas escolhas múltiplas, um grupo III, a convidar os alunos a elaborar um texto de opinião sobre o tema do heroísmo e a cultura do esforço como trampolim para a glória individual.

À saída do exame, os rostos de apreensão dos estudantes, já que Camões e Pessoa épico-lírico não são, seguramente, dos conteúdos favoritos dos jovens, mas só os critérios de correção, a divulgar esta tarde pelo IAVE, permitirão confrontá-los com as suas respostas.