15 colmeias no Parque Ecológico do Funchal produziram 60 quilos de mel

Actualmente a Câmara Municipal do Funchal tem um protocolo com a Associação de Apicultores da Madeira e Porto Santo – AAMPS para desenvolvimento de um projecto apícola, com o objectivo de contribuir para o fomento da biodiversidade do Parque Ecológico, para a preservação da abelha e para a divulgação da actividade como referência para a sustentabilidade dos ecossistemas florestais.

A vereadora do ambiente da CMF, Nádia Coelho, refere a propósito que para além da produção de mel, que pretende divulgar o potencial da flora do Parque Ecológico, são também objectivos da autarquia a realização de actividades técnico-pedagógicas, no âmbito da educação/ formação do setor apícola regional, e a sensibilização das crianças, jovens e adultos para a importância dos polinizadores.

O projecto foi implementado no último trimestre de 2021, com a instalação de 15 colmeias, contando a Associação com seis apicultores, que até à data extraíram cerca de 60 quilos de mel, refere-se numa nota às Redacções.

Nádia Coelho realça que  o projecto está ainda numa fase embrionária e que tem muito potencial, deixando em aberto a possibilidade, no futuro, de serem desenvolvidos outras iniciativas.

A vereadora recorda, a propósito, que as abelhas são seres vivos essenciais à manutenção da biodiversidade, destacando-se a sua função de polinização, que abrange cerca de 90% das espécies de plantas silvestres com flor e 75% das plantações de alimentos do mundo dos quais dependemos diariamente.

Actualmente estes insetos conhecidos em todo o mundo estão sob risco de extinção elevado, por causa dos impactos de origem antropogénica, como a utilização excessiva de pesticidas, aumento das monoculturas e o aquecimento global, factores aos quais as abelhas são particularmente sensíveis.

Esta data comemorativa foi instituída em 2017 pelas Nações Unidas, para alertar para a importância da polinização e dos seus diversos agentes que contribuem para um desenvolvimento sustentável.

Para assinalar a data, este ano em parceria com a AAMPS, o Parque Ecológico  promoveu uma actividade de sensibilização para a importância dos polinizadores, que permitiu aos cerca de 50 participantes, com idades entre os 9 e os 15 anos, conhecer a morfologia da abelha, os procedimentos e logística da actividade apícola. No final, tiveram a oportunidade de participar numa actividade de degustação dos vários tipos de mel produzidos, no próprio Parque Ecológico do Funchal  e noutros locais.