CDU convida população a analisar a questão do teleférico no Curral das Freiras

A CDU foi ontem ao miradouro da Boca da Corrida, na freguesia do Jardim da Serra, para apresentar uma iniciativa de Audição Pública sobre os impactos e incidências de uma eventual implantação do sistema de teleféricos no Curral das Freiras/Jardim da Serra. A dita Audição Pública realizar-se-á no Salão Nobre da Assembleia Legislativa da Madeira, a  4 de Junho, pelas 16 horas.

O deputado comunista, Ricardo Lume, referiu que para esta iniciativa, que é promovida na ligação próxima ao Dia Mundial do Ambiente (que se comemora a 5 de Junho), esta força política está a convidar diversas organizações e instituições, assim como personalidades com relação directa com as abordagens relacionadas com as questões ambientais, com o movimento ecologista, com os estudos técnico-científicos da geologia e da prevenção de riscos. Tudo para que possam intervir e trazer as suas competências e contributos analíticos para o debate de interesse público sobre o que está em causa no projectado sistema de teleféricos.

A construção de uma infraestrutura com aquela dimensão numa zona protegida traz impactos ambientais que não devem ser desvalorizados e que podem pôr em causa o património ambiental, aponta a CDU.

“É necessário equacionar o custo-benefício da implementação de um Parque de Aventuras Radicais que inclui um teleférico entre o Curral das Freiras e a Boca da Corrida com esta envergadura, que custará mais de 35 milhões de euros, numa zona com especificidades geológicas que podem condicionar a segurança das populações”, salientam os comunistas, e bem assim o impacto na economia local.

“Estas são questões fundamentais a serem debatidas e é nesse sentido que vamos promover o mais amplo debate sobre esta matéria e convidamos  toda a população interessada a participar  na Audição Pública que vamos promover no próximo dia 4 de Junho pelas 16h na Assembleia Legislativa da Madeira”, referiu Ricardo Lume.