“10 peças para braguinha à volta do Atlântico” apresentado hoje

O Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira apresenta uma nova obra editorial, integrada na coleção’10 peças para braguinha’: aedição’10 peças para braguinha à volta do Atlântico’, da autoria de João Caldeira, cuja apresentação está agendada para o próximo dia20 de abril, pelas 18h30, no Polo do Conservatório de Machico. Esta edição já está disponível para venda online na Loja do Conservatório (https://lojaconservatorio.pt).

Sobre a coleção ‘10 peças para braguinha’

A coleção ‘10 peças para braguinha’conta já com vários números onde a estrela é o braguinha: ‘10 novas composições para braguinha’, ‘ 10 danças para braguinha’ e ‘10 peças clássicas para braguinha’, da autoria de Paulo Esteireiro, e esta recente, ’10 peças para braguinha à volta do Atlântico’, da autoria de João Caldeira.

Sobre a edição’10 peças para braguinha à volta do Atlântico’

Segundo o autor João Caldeira,  “[…] quem, desde há uns vinte anos até hoje, compara a prática dos cordofones no antigamente com os dias de hoje, pode certamente notar uma evolução da forma como pensamos cada instrumento. Se, outrora, o braguinha era tocado em momentos festivos de convívio popular, e havia um salto qualitativo graças aos tangedores das mais altas classes com composições mais eruditas e execuções mais rigorosas, hoje em dia quase será comummente aceite o facto de que esta separação de classes ou de níveis de execução nunca estiveram tão próximos. O braguinha é um grande embaixador da música madeirense e é tocado por um grande número de executantes, desde as escolas até aos mais nobres palcos, por tangedores mais bem preparados.Sendo um grande embaixador, pensou-se em inverter um pouco o papel de instrumento visitado para investir num papel mais audaz, tornando-se viajante e conhecendo novas culturas e técnicas, novas influências, umas familiares, outras nem tanto à postura que é conhecida do braguinha.”

Esta obra visita a música de 8 países (Espanha, Irlanda, EUA, Cuba, Brasil, Argentina e Mali), incluindo na sua viagem uma composição de Portugal continental e uma da Ilha da Madeira.Como novidade, inclui um código QR de acesso aos playsbacks para acompanhamento musical.

Nota biográfica do autor:

Natural do Porto da Cruz, Madeira, licenciou-se, em 2008, em Professores de Educação Musical do Ensino Básico, na E.S.E. de Coimbra, tendo também completado o curso complementar de Órgão, no Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira. Desde muito jovem, contactou com os cordofones tradicionais madeirenses como intérprete e, a partir de 2012, como docente na A.G.C. Flores de Maio.

Como compositor, tem criado várias obras ao longo do tempo, canções, obras orquestrais, obras corais e instrumentais. Concluiu o Master em MusicComposition for Film& TV, na Berkleemusic, em 2018. Desde 2014, desempenha a função de compositor e orquestrador na Direção Regional de Educação e, a partir de 2019, no Conservatório – Escola Profissional das Artes da Madeira.