PSD apresenta voto de congratulação pelos Irmãos da Ordem Hospitaleira de S. João de Deus

Os deputados do PSD deram entrada, na Assembleia Legislativa da Madeira, com um voto de congratulação ‘Pelos 100 anos de presença ininterrupta dos Irmãos da Ordem Hospitaleira de São João de Deus na Madeira’. Salientam e enaltecem “todos aqueles que, ao longo deste século de história têm, através do seu trabalho, promovido a saúde na nossa Região”.

Esta comunidade de Irmãos foi formada por António Maria Rodrigues e Manuel Maria Gonçalves, depois da sua chegada à Madeira, em 1922, onde se instalaram na então denominada Quinta do Trapiche, nas zonas altas da cidade do Funchal, freguesia de Santo António, e cumpriram os princípios e o carisma herdado de S. João de Deus, dando início a uma acção de auxílio à população mais vulnerável, que foi ganhando escala e deu origem à Casa de Saúde São João de Deus, que, hoje, assume um papel fundamental e essencial no panorama dos cuidados de saúde psiquiátrica e de saúde mental na Região.

Esta instituição, dizem os parlamentares social-democratas, presta assistência aos cidadãos do género masculino que residam, de forma temporária ou permanente na nossa Região, para além de garantir a prestação de cuidados a pessoas do género feminino no Centro de Recuperação de Alcoologia S. Ricardo Pampuri e na Unidade de Cuidados Continuados Integrados Gerais, sendo de salutar o trabalho que tem desenvolvido no plano da prevenção, tratamento, recuperação e reabilitação de pessoas com doença física e mental.

Este trabalho, que se foi adaptando às transformações da sociedade, tem, ainda, uma maior importância devido à envolvência promovida entre os utentes, os familiares, a comunidades e os demais parceiros.