Partido ADN quer desculpas e demissão de Pedro Ramos

O partido ADN – Alternativa Democrática Nacional, veio exigir que Pedro Ramos, seretário regional de Saúde e Protecção Civil da Região Autónoma da Madeira, “tenha a decência de apresentar a sua demissão e de pedir desculpas aos pais e crianças madeirenses por, veladamente, tentar impor a vacinação forçada contra a Covid-19, nas crianças dos 5 aos 11 anos”.

O ADN “relembra ao Governo da Madeira que ainda existe uma Constituição e que ela tem de ser respeitada, pelo que, condenamos veementemente que Pedro Ramos (…) esteja a tentar impor uma vacina, que ainda está em fase experimental, a crianças saudáveis que não necessitam dela”.

O partido condena a “histeria política, que se traduz num combate à pandemia suportado em medidas incoerentes e, na maior parte das vezes, sem quaisquer garantias ou certezas científicas (…)”.

Pedro Ramos, acusa o ADN, quer fazer “das crianças madeirenses cobaias dos grandes laboratórios e farmacêuticas”, tentando “convencer a população de que a vacinação impede o contágio”.