Tiago Pitta e Cunha venceu a 35ª edição do Prémio Pessoa

Este ano e na sua 35ª edição, o galardoado com o Prémio Pessoa 2021, uma iniciativa do jornal “Expresso” com o patrocínio da Caixa Geral de Depósitos, é o advogado dos assuntos do mar, Tiago Pitta e Cunha. O prémio, no valor de 60 mil euros, tem por objectivo reconhecer a actividade de pessoas de nacionalidade portuguesa que tenham desempenhado um papel significativo na vida cultural e científica do país. Esta é a 35.ª edição do Prémio Pessoa.

Na acta do Júri, lê-se: “Reunido através de meios telemáticos, o Júri do Prémio Pessoa 2021, constituído por Francisco Pinto Balsemão (presidente), Emílio Rui Vilar (vice-presidente), Ana Pinho, António Barreto, Clara Ferreira Alves, Diogo Lucena, Eduardo Souto de Moura, José Luís Porfírio, Maria Manuel Mota, Pedro Norton, Rui Magalhães Baião, Rui Vieira Nery e Viriato Soromenho-Marques, decidiu atribuir o Prémio Pessoa 2021 a Tiago Pitta e Cunha.

Tiago Pitta e Cunha tem desempenhado importantes cargos na ONU, na Comissão Europeia e como consultor do presidente da República. É administrador executivo do Conselho de Administração da Fundação Oceano Azul, desde a sua criação em 2017.