Rui Barreto elogia situação do imobiliário na Madeira

O secretário regional da Economia, Rui Barreto, marcou ontem presença no Salão Imobiliário de Lisboa, evento que considerou o mais importante da Europa, e no qual a Madeira “não podia deixar de estar presente”.

Barreto salientou que naquele certame participam “sete empresas a promover a Madeira”. Por outro lado, realçou o modo como o sector imobiliário “se aguentou muitíssimo durante a pandemia”.

O volume de transacções no sector imobiliário, disse, ascendeu a 444 milhões de euros no ano passado. “Isto reflecte que a Madeira tem uma excelente oferta, excelentes construtores, e excelentes condições políticas” que, em seu entender, “são indissociáveis” da segurança no investimento.

“Temos, neste momento e em termos fiscais, a melhor oferta no país”, disse. “Estamos a rever o código fiscal de investimento e a nossa intenção é que a revisão para melhor já esteja vertida na proposta de investimento para 2022, o que tornará a Região ainda mais atractiva (…)”, considerou.

O Governo Regional quer compatibilizar “uma oferta para residentes, outra para não residentes” e outra ainda “para aqueles que querem viver na Madeira temporariamente, mas querem investir com segurança, com previsibilidade, numa região de excelência, que fez uma boa gestão da pandemia, que está consistente (…)”.