JPP critica “completo abandono” a que o Porto da Cruz tem sido votado

A candidata do JPP à Assembleia de Freguesia do Porto da Cruz, Sónia Gouveia, considera que ao longo dos anos a freguesia tem sido votada a um “completo abandono”. A freguesia “tem fortes potencialidades para crescer e para se destacar no panorama regional”, considera.

“Infelizmente, esta é uma freguesia que tem sido alvo de várias catástrofes como as enxurradas que levaram muros, pontes e estradas, destruíram fazendas, acessos a terrenos, bens materiais e galgaram ribeiras”, constata a candidata do “Juntos Pelo Povo”.

“O ano de 2013 foi um ano marcante que trouxe muita destruição e medo à população do Porto da Cruz. Medo de voltar a investir nesta freguesia. Medo de voltar a cuidar das suas terras. E desde então, nem a Câmara Municipal nem o Governo Regional tomaram medidas efevtivas para a resolução destas situações que ficaram pendentes”, critica.

“Há capacidade financeira da Câmara Municipal para recorrer à banca e ajudar o Povo do Porto da Cruz, mas não o faz. Perguntamos: porquê? A preocupação passou por retirar as pedras e o entulho e “encostar” no canto do caminho, sem qualquer resolução”, aponta.