A caminho das Autárquicas de 2021 (Tabua)

O Funchal Notícias termina hoje o périplo pelas 54 freguesias da Madeira, a propósito das Autárquicas.

A última das freguesias a ser abordada é a Tabua.

Tabua é uma freguesia do concelho da Ribeira Brava, com apenas 11,05 km² de área e 1 156 habitantes, segundo o Censos 2011.

O nome “Tabua” deve-se a um planta designada tabua que abundava por aquela região, utilizada no fabrico de esteiras e fundos de cadeiras.

A actividade principal é a agricultura.

Esta freguesia inicialmente pertencia ao concelho de Ponta do Sol, a partir de 18 de Outubro de 1881, para efeitos administrativos. No entanto, em 1914 passou para o concelho da Ribeira Brava.

Vitor Francisco Gomes Abreu cumpre o último mandato como presidente da Junta pelo PSD

Politicamente falando, a Tabua sempre deu vitórias esmagadoras ao PSD.

De resto, o melhor resultado de sempre para o PSD foi em 1976 quando averbou 91,7% do eleitorado.

O PS e o CDS nunca ganharam.

O PS obteve o seu melhor resultado eleitoral em 1993 (25,1%) e o seu pior resultado em 1982 (4%).

O CDS já teve alguma expressão eleitoral nesta freguesia. Quer na década de 80 quer nas Autárquicas de 2013 onde conseguiu o seu melhor resultado de sempre (12,6%). O pior resultado do CDS foi em 2005 (4,6%)

Na Tabua, PS e CDS ensaiaram uma coligação em 2001 mas não foram além de 18,1% de preferências do eleitorado.

CDU e BE têm obtido na Tabua resultados residuais e o PTP só entrou em cena em 2013 mas não foi além de 13 votos.

Nas últimas Autárquicas de 2017, o PSD voltou a ganhar por 53,43% (358 votos), reelegendo Vitor Francisco Gomes Abreu.

O movimento Ribeira Brava 1 conseguiu 33,88% (227 votos); o PS obteve 5,82% (39 votos); o JPP obteve 3,73% (25 pontos); a CDU 0,75% (5 votos) e o PTP 0,45% (3 votos).