Voto de congratulação do CDS sobre o Dia dos Oceanos diz que os mesmos são “pulmão do planeta Terra”

O CDS-Madeira continua a assinalar todos as efemérides e mais algumas. Hoje foi a vez de enviar às Redacções um comunicado com três páginas sobre o Dia Mundial dos Oceanos.

Esta efeméride, criada em 1992 pela ONU, durante a Cimeira da Terra no Rio de Janeiro sobre o Meio Ambiente e o Desenvolvimento, visa recordar a importância dos mares e oceanos na vida de todos os cidadãos, bem como consciencializar as pessoas dos impactos das acções humanas nos oceanos, mobilizando as pessoas para a sua preservação.

Este ano de 2021, o tema para a comemoração deste dia é: “Os Oceanos: Vida e Subsistência”, com o propósito de alertar a humanidade para o apoio que os oceanos oferecem à vida, nomeadamente no que concerne ao sustento que estes fornecem.

Os oceanos, lembra o grupo parlamentar do CDS, enfrentam várias ameaças, sendo a mais mencionada nos últimos anos a poluição por plásticos e que veio agravar-se ainda mais devido à pandemia. Estima-se que, se não houver mudanças de comportamento, em 2050, os oceanos possam ter mais peso em plástico do que em peixes, afirmam os centristas.

“É de realçar a importância do mar nas políticas do Governo Regional da Madeira”, acrescentam os deputados do CDS.  “No que toca à Região Autónoma é importante referir que o sucesso da política do mar de Portugal está também no arquipélago da Madeira e, pode contribuir para a afirmação do
país como potência marítima. A grande aposta na aquicultura, com grande volume de
investimento, também merece o nosso destaque, bem como o sector das pescas que,
mesmo em tempo de pandemia, contribuiu com 6,5 milhões de euros para a economia
regional, só nos primeiros meses deste ano, revelando o trabalho empenhado que tem sido
desenvolvido pelo Governo Regional nestas áreas ligadas ao mar”, refere o partido.

Por tudo isto e ainda mais, o CDS apresenta um voto de congratulação, pela comemoração do
Dia Mundial dos Oceanos que, afirma, “são o “grande pulmão do nosso planeta Terra”, produzindo
grande parte do oxigénio que respiramos”.