IFCN e EMGFA assinam protocolo para uso de drones

O Instituto das Florestas e Conservação da Natureza e o Estado-Maior-General das Forças Armadas assinaram hoje um protocolo para o recurso à capacidade conjunta de vigilância por Veículos Aéreos Não Tripulados, conhecidos por drones. O acordo foi hoje assinado no Comando Operacional da Madeira, estrutura que na Região representa o EMGFA.

O acordo prevê que o COM possa cooperar com os seus meios e operadores disponíveis, no âmbito das missões de vigilância a incêndios florestais e a áreas protegidas.

Na oportunidade o Comandante Operacional da Madeira, contra-almirante Dores Aresta, enalteceu a colaboração do presidente do IFCN para qualquer solicitação, tendo desde que chegou à Madeira contado com a colaboração da entidade pública regional e em especial do seu principal dirigente.

Por seu turno, Manuel António Filipe, presidente do Conselho Directivo do Instituto, referiu-se ao “trabalho fabuloso” de aproximação do actual Comandante Operacional às entidades regionais, garantindo que a colaboração entre as duas instituições é “notável”. Com a chegada do Verão, uma altura propícia a fogos, o protocolo, segundo este responsável, tem ainda mais significado.

Manuel António Filipe recordou que tanto ele como os técnicos do IFCN têm sido sempre muito bem recebidos no COM. Por isso, “estamos abertos a qualquer tipo de ajuda e colaboração, nesta ou noutras áreas”, garantiu.