JSD exige que a CMF controle as pragas que proliferam no Funchal

A JSD exigiu ontem à CMF medidas urgentes para controlar as pragas urbanas, lamentando, ao mesmo tempo, a falta de cuidado “que tem vindo a ser evidente nesta área”.

A JSD diz fazer eco de algumas preocupações que têm vindo a chegar por parte da população da cidade. As ditas pragas têm-se vindo a agudizar ao longo dos anos.

É fundamental, argumenta a JSD Funchal, “saber qual é o plano que a actual vice-presidente da autarquia, detentora do Pelouro do Ambiente, tem em mãos para cumprir uma das atribuições do departamento que lidera e que se prende com o controlo integrado de pragas urbanas e/ou outras espécies nocivas e outras acções de salvaguarda da saúde pública, no âmbito da higiene urbana”.

Isto quer do ponto de vista da implementação de um programa de controlo preventivo das pragas através de acções informativas e de sensibilização destinadas à população, de forma a mitigar a reprodução descontrolada de pombos ou outras espécies como ratos, quer através de medidas eficazes a nível do extermínio destas pragas.