PPM Madeira indigna-se contra obra de campo de golfe

O PPM Madeira indigna-se publicamente com o anúncio de uma verba do actual Governo Regional para a construção de mais um campo de golfe na Madeira.
“Nós não somos contra o progresso e achamos por bem que se façam obras mas, nesta altura em que são muitas as famílias que viram os seus rendimentos e salários suprimidos, em que em várias famílias foram o marido e esposa para o desemprego, estando em sérias dificuldades para pagar empréstimos bancários e rendas de casa e sustentar as suas famílias, não estamos de acordo que nesta altura se façam obras não essenciais”, consideram os monárquicos madeirenses.
O PPM Madeira neste momento acha crucial que as famílias madeirenses obtenham mais apoios numa altura que perderam os seus postos de trabalho e rendimento, refere uma informação.
“Conforme já temos visto nas notícias de associações de solidariedade social, os pedidos de ajuda alimentar mais que triplicaram, desta feita o PPM Madeira não entende como é que se canaliza mais milhões para obras inúteis”, refere o partido, citando aumento grave de casos de depressão na RAM; muitas pessoas a passarem por pobreza extrema; e a circunstãncia do campo de golfe, em seu entender, “roubar” ainda mais milhares de litros de água aos agricultores que já é escassa.