Dois doentes vindos do continente já recuperados regressam a casa

Uma informação do SESARAM diz que estão de regresso a casa os dois doentes que foram transferidos do continente para o Hospital Dr. Nélio Mendonça a 29 de Janeiro deste ano.

Os dois doentes foram transferidos do Hospital Beatriz Ângelo para o SESARAM depois da Madeira se disponibilizar a receber doentes em estado crítico, recorde-se.

Ambos recuperaram da Covid-19 no SESARAM e na despedida agradeceram o empenho dos profissionais de saúde que os acompanharam durante o processo de recuperação da doença, diz a informação oficial só agora transmitida à generalidade da comunicação social.

A 27 de Janeiro de 2020 o Governo Regional da Madeira através do secretário regional da Saúde e da Protecção Civil, deu conta à ministra da Saúde da disponibilidade em receber os doentes.

A 29 de Janeiro de 2021, três doentes críticos foram transferidos com a necessária autorização das respectivas famílias, num processo que assentou numa estreita articulação entre os Serviços de Medicina Intensiva envolvidos e a Comissão de Acompanhamento da Rede Nacional de Medicina Intensiva o Instituto Nacional de Emergência Médica, a Força Aérea Portuguesa e o Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira.

A transferência dos doentes do continente foi uma operação complexa e envolveu inúmeros profissionais. Tudo decorreu como esperado e ao fim de cinco horas os doentes já estavam internados no Hospital Dr. Nélio Mendonça. A sua situação clínica foi sempre muito delicada e infelizmente no dia 09 de Fevereiro, um dos três doentes não resistiu à doença e faleceu, relembra o SESARAM.

Passados 30 dias de internamento no hospital dr. Nélio Mendonça os outros dois doentes regressam a sua casa e à sua família, “recuperados com um enorme sentimento de gratidão para com os profissionais de saúde na Madeira e com todas as entidades envolvidas neste processo”, sublinha o Serviço Regional de Saúde.