Iniciativa Liberal ironiza com Albuquerque: “O Estado sou eu”

A Iniciativa Liberal criticou o presidente do Governo Regional por ter recebido, na passada quarta-feira, na Quinta Vigia, sede da Presidência do Governo, alguns presidentes de junta do Funchal.
“Concluir-se-ia que se tratava de lidar com assuntos que tivessem a ver com as juntas e o Governo. Mas não. O Presidente do Governo Regional promoveu uma reunião, com almoço, em instalações públicas, para tratar de assuntos particulares. Um “bem público” foi usado, abusivamente, para um fim a que não se destinava. E isto prefigura uma agressão a todos os madeirenses”, considera a IL.

“Numa altura em que se se exige confinamento, em que os restaurantes não podem ter mesas com mais de 5 pessoas, uma reunião na Quinta Vigia põe à volta da mesa, pelo menos, 8 comensais. Com estes exemplos, não vamos longe”, considera Nuno Morna, pela Comissão Coordenadora do partido.
“Miguel Albuquerque não sabe distinguir o ser Presidente do Governo do ser Presidente do PSD Madeira. Para Miguel Albuquerque a sede do PSD Madeira é onde o homem quiser…
Mais uma marca de socialismo, esta de cunho um tanto ou quanto estalinista”, apontaa
“O PSD Madeira perdeu a vergonha e assume-se como um partido/Estado. Miguel Albuquerque é o Estado e o Estado é Miguel Albuquerque. Avé.”.