PSD promete apresentar voto de pesar pelo falecimento de Marcelino da Mata

O grupo parlamentar do PSD prometeu ontem apresentar, na Assembleia Legislativa da Madeira, um voto de pesar pelo falecimento de Marcelino da Mata, o militar português mais condecorado.
Nascido na Guiné, em 1940, faleceu de COVID-19, a 11 de Fevereiro de 2021. “Marcelino da Mata ingressou no exército português em 1960, dando início a uma carreira militar marcada por uma excelsa bravura, uma inexcedível coragem e um exemplar heroísmo”, consideram os social-democratas.
Participou em mais de 2400 operações militares de elevado risco e dificuldade, recebeu três medalhas da Cruz de Guerra de 1ª classe, uma medalha da Cruz de Guerra de 2ª classe, uma medalha da Cruz de Guerra de 3ª classe, a medalha de Ouro de Comportamento Exemplar, duas medalhas dos Promovidos por Feitos Distintos em Campanha e foi-lhe outorgado o título de Cavaleiro da Antiga e Mui Nobre Ordem Militar da Torre e Espada, do Valor, Lealdade e Mérito, a mais elevada ordem honorífica de Portugal.
Para o PSD, Marcelino da Mata é um exemplo de dedicação, sacrifício e entrega, “pelo que o grupo parlamentar homenageia, assim, um dos nossos melhores e apresenta as mais sentidas condolências à sua família e amigos”.