PSP recupera produtos roubados e detém indivíduo por tráfico de droga

A Polícia de Segurança Pública da Madeira procedeu à identificação de três cidadãos do sexo masculino, com idades compreendidas entre os 39 e os 56 anos, pelo crime de furto qualificado, e ainda uma cidadã do sexo feminino, com a idade de 65 anos, pelo crime de receptação.

As diligências de investigação desenvolvidas pela Divisão Policial do Funchal conduziram assim à recuperação dos seguintes materiais:

– Uma estátua religiosa figurativa do “Menino Jesus”, a qual havia sido furtada no passado dia 09 de janeiro do presépio existente na Avenida Arriaga por ocasião das festividades de Natal, no valor patrimonial de 2000 euros;

– 10 anéis, 5 relógios de diversas marcas, 3 pulseiras e 3 fios/colares furtados de diversas residências no mês de dezembro de 2020, num valor patrimonial aproximado de 1500 euros;

– Um ciclomotor de marca “Honda” modelo “JF93” que havia sido furtado no passado dia 04 de Fevereiro, com o valor patrimonial de cerca de 100 euros.

Todos os itens apreendidos foram restituídos aos seus legítimos proprietários. Os suspeitos foram constituídos arguidos na sequência destas investigações, sendo que o processo seguirá os seus trâmites junto do Tribunal Judicial da Comarca do Funchal, informa a PSP.

O Comando Regional da PSP Madeira aproveita a ocasião para relembrar a importância de dar conhecimento imediato às autoridades policiais sempre que existe notícia de um crime, possibilitando assim o rápido desenvolvimento de diligências que conduzam ao sucesso das investigações, identificação dos seus autores e recuperação do produto furtado.

Por outro lado, a PSP dá ainda a conhecer que deteve em flagrante delito um individuo do sexo masculino, com idade de 24 anos, natural e residente no concelho do Funchal, pelo crime de tráfico de estupefacientes.

A detenção ocorreu na sequência da realização de uma acção de patrulhamento e fiscalização nas zonas altas da cidade do Funchal – Penteada, na madrugada do dia de hoje – horário de recolhimento obrigatório, tendo sido possível a apreensão de cerca de 122 doses individuais de haxixe, 0,65 gramas de “L”, 1 kg de uma substância psicoactiva indeterminada, uma balança de precisão e outros materiais conotados com o consumo e tráfico de estupefacientes.

O cidadão em causa foi presente ao Tribunal Judicial da Comarca do Funchal no dia de hoje tendo-lhe sido aplicada a medida de coacção de Termo de Identidade e Residência.