Eduardo Jesus defende orçamento de 46,7 M para a “sua” Secretaria

O Secretário Regional do Turismo e Cultura (SRTC), Eduardo Jesus defendeu, hoje, na Assembleia Regional, o orçamento para o ano económico de 2021 num montante aproximado de 46,7 milhões de euros, um aumento de 13,7% comparativamente ao orçamentado para 2020.

Deste total, 34,7 milhões de euros estão afetos aos investimentos do Plano, e os restantes 12,0 milhões de euros destinam-se às despesas de Funcionamento normal.

A despesa desta secretaria também será influenciada pelos efeitos da pandemia, que incrementam a despesa em 14,8 milhões de euros.

O aumento decorre do reforço da promoção do destino Madeira, como destino seguro, de modo a dinamizar e atrair turistas neste contexto adverso à mobilidade dos cidadãos.

Na proposta de orçamento, as Despesas correntes representam 88,9% do total da despesa e as Despesas de capital 11,1%.

Nas Despesas correntes, todas as rubricas aumentam em comparação com orçamento de 2020, com destaque para Transferências correntes com 16,2 milhões de euros (+11,9%), seguindo-se Aquisição de bens e serviços com 14,0 milhões de euros (14,8%) e as Despesas com pessoal em 11,2 milhões de euros (10,4%).

Nas Despesas de capital, a totalidade está afeta a Aquisição de bens de capital.

No capítulo referente aos investimentos do Plano, está prevista despesa na ordem dos 34,7 milhões de euros, o que representa um aumento de 15,0% em relação a 2020.

Ao nível do orçamento de funcionamento, as despesas orçamentadas no Gabinete do Secretário e Serviços do Turismo e Cultura e Arquivo e Biblioteca onde se incluem as despesas da Direção Regional do Turismo, da Direção Regional da Cultura e da Direção Regional do Arquivo e Biblioteca da Madeira ascendem a 12,0 milhões de euros.

O orçamento desta secretaria a afeta aos Assuntos económicos 30,8 milhões de euros, o equivalente a 66,0% do total.

Para Desporto, recreação, cultura e religião, onde se incluem as despesas no âmbito da cultura estão previstas despesas no valor de 15,9 milhões de euros.