23 novos casos de Covid-19 na RAM; 319 suspeitos; 13 internados

Hoje surgiram 23 novos casos positivos de Covid-19 na RAM, que até agora contabiliza, portanto, 892 casos
confirmados até agora. São 6 casos importados (2 provenientes do Reino Unido, 2 da Região de Lisboa e Vale do Tejo e 2 da Região Norte de Portugal) e nada menos do que mais 17 casos de transmissão local, que as autoridades de saúde afiançam na sua maioria estarem associados “a contactos ou a contextos de casos positivos anteriormente identificados”. Os contactos de 2 casos estão ainda em investigação, acrescenta-se.
Os casos hoje identificados incluem mais quatro casos de crianças, 3 das quais frequentam estabelecimentos de ensino nos concelhos do Funchal e de Machico, cujo plano de contingência está já activo. A  investigação epidemiológica está em curso. Dois outros casos são de adultos, profissionais de saúde, com actividade no SESARAM. Os planos de contingência dos referidos serviços estão activos e as investigações epidemiológicas decorrem, refere-se.

Por outro lado, há hoje mais 11 casos recuperados a reportar, pelo que a Região passa a contabilizar 648 casos
recuperados de COVID-19 até à data. Mantêm-se os dois óbitos associados à COVID-19 na RAM.

Presentemente, são 242 os casos activos entre nós, dos quais apenas 49 são casos importados identificados no contexto das actividades de vigilância implementadas no Aeroporto da Madeira, e 193 são casos de transmissão
local. Dos casos activos,  32 são não-residentes e 210 são residentes na RAM.

Quanto ao isolamento dos casos ativos, 22 pessoas cumprem isolamento numa unidade hoteleira dedicada, 207 estão em alojamento próprio, e 13 pessoas encontram-se hoje internadas, 11 na Unidade Polivalente e agora 2 na Unidade de Cuidados Intensivos dedicada à COVID-19.

Na Unidade Polivalente dedicada à COVID-19, encontra-se também um doente em estudo, identificado no contexto do segundo teste de rastreio intra-hospitalar de doentes internados. Uma investigação está em curso, refere a Direcção Regional de Saúde.

Por outro lado, o número de casos suspeitos continua a aumentar. Há agora 319 novas situações, a serem estudadas  pelas autoridades de saúde, das quais apenas 16 provêm da operação de rastreio do aeroporto da Madeira. 303 estão relacionadas com contactos com casos positivos, situações reportadas à linha de apoio SRS24 ou pelo SESARAM. Pr0sseguem investigações epidemiológicas.

Quanto aos contactos para a linha de apoio SRS24 (800 24 24 20) totalizam agora 19314 chamadas, mais 126
chamadas realizadas nas últimas 24 horas.

Quanto à vigilância activa de contactos de casos positivos, 1306 pessoas estão neste momento sob acompanhamento das autoridades de saúde dos vários concelhos da Madeira e no Porto Santo. No que concerne a vigilância de viajantes, 7261 pessoas estão também a ser acompanhadas pelas autoridades, com recurso à aplicação para telemóvel MadeiraSafe.

Já no que concerne aos testes para despiste de COVID-19 realizados na Região, no contexto da operação de rastreio de viajantes nos portos e aeroportos da Madeira e do Porto Santo, há a reportar um total cumulativo de 113216 colheitas para teste à COVID-19 realizadas até às 18h30 de hoje. No total, as amostras processadas no laboratório de Patologia Clínica do SESARAM para teste de PCR ascendem agora a 183947.

No que se refere aos testes de PCR efectuados a passageiros na origem (no continente Português) em laboratórios contratualizados pelo Governo Regional da Madeira, foram já efectuados 43211 testes. Destes, 180 tiveram resultado positivo, pelo que estas pessoas identificadas não viajaram para a RAM.

Até 6 de Dezembro, foram contabilizadas na RAM 2352 notificações de casos suspeitos de COVID-19, dos quais 1460 não se confirmaram, conclui o comunicado da Direcção Regional de Saúde.