PPM-Madeira reclama rampa para cadeira de rodas para moradora de 80 anos

As escadas que dificultam a locomoção de quem tem de andar de cadeira de rodas.
A coordenação do PPM Madeira esteve hoje no Bairro do Canto do Muro, local onde ouviu queixas de uma moradora e seus familiares sobre uma rampa para cadeira de rodas prometida há já mais de um ano.
Trata-se de uma senhora idosa (80 anos), com pouca mobilidade. Até para se deslocar a uma simples consulta médica os seus familiares têm que recorrer à força de braços para subir uma escadaria do edifício.
Situação que, diz o PPM, seria facilmente ultrapassada se a empresa camarária Sociohabita cumprisse com o prometido de construir uma rampa, ao que parece, orçada em cerca de 5 000€.
O PPM Madeira lança, pois, o apelo para que a obra avance o mais rapidamente possível, “até para que a Sra. possa usufruir de alguma liberdade e não ficar confinada às quatro paredes do apartamento e possa sair à rua também para um pequeno passeio”.