Pedro Fino anuncia obra para eliminar marcas do 20 de Fevereiro de 2010 na Ribeira de João Gomes

De acordo com uma informação divulgada pela Secretaria Regional dos Equipamentos e infraestruturas, foi já assinado o acto de consignação para a execução da obra de reconstrução de guardas, passeios  e acesso à praia do Funchal na Ribeira de João Gomes pelo valor de 403.500,02 euros.

O dito acto de consignação foi assinado esta quarta-feira, 12 de Agosto.  A empreitada tem um prazo de execução de 60 dias, e irá iniciar-se pela execução de acesso automóvel à praia adjacente à foz da Ribeira de João Gomes, passando logo de imediato para os trabalhos nos coroamentos dos muros de canalização da ribeira e passeios na Rua Brigadeiro Oudinot, na Rua do Visconde do Anadia, Rua Dr. Pestana Júnior e Rua da Ribeira de João Gomes.

Os trabalhos consistem na reparação dos estragos provocados pelo 20 de Fevereiro de 2010 nos arruamentos marginais à Ribeira João Gomes, nomeadamente as guardas existentes, pavimentos e passeios pedonais. Uma década depois, estes arranjos estão ainda por concluir.

Serão repostas as guardas na sua forma original, não só para garantir a necessária segurança ao trânsito rodoviário, como também para dar um enquadramento estético adequado àquela zona da baixa da cidade, que continua com o aspecto de zona não recuperada, refere a SREI. De acordo com o secretário regional da tutela, Pedro Fino, estas obras eliminarão as marcas ainda visíveis do temporal do 20 de Fevereiro no Funchal, e contribuirão para a sua requalificação e para conferir mais segurança à população.

Serão ainda novamente repostos os passeios que foram destruídos, de modo a recriar as zonas pedonais anteriormente existentes. Os passeios serão executados com três tipos diferentes de acabamentos: trief, calçada à portuguesa e betonilha esquartelada. Irá também ser retirado o tanque de gás que está localizado em frente ao Centro Comercial Anadia.

Pedro Fino referiu ainda que é necessário “consolidar os muros da Ribeira de João Gomes”, mas que essa obra será candidatada ao próximo Quadro Comunitário de apoio, que principia no ano que vem. A obra deverá realizar-se lá para final de 2021, princípio de 2022.