SESARAM denuncia uso indevido do nome da instituição para rastreios auditivos no Porto da Cruz

O Serviço de Saúde da Região Autónoma da Madeira, (SESARAM) diz ter tido conhecimento do alegado uso indevido do nome da instituição e do centro de saúde do Porto da Cruz, na sequência da realização de testes de rastreio auditivo naquela localidade. Por isso, esclarece que os testes de rastreio auditivo realizados no Porto da Cruz são da responsabilidade de uma empresa privada que não tem qualquer ligação ao SESARAM; e em segundo lugar, diz que quaisquer rastreios a efectuar pelo SESARAM à população em geral serão efectuados por profissionais habilitados, devidamente identificados e nas instalações desta entidade ou nas suas unidades móveis.