CDS emite nota de pesar pela morte de Inácio Faria

A Comissão Política Regional do CDS-PP/Madeira e o seu presidente, Rui Barreto, manifesta o seu mais sentido e profundo pesar pelo falecimento, ontem, aos 87 anos, do fundador e ex-dirigente do partido, João Inácio Faria.

Foram mais de 70 anos de ligação ao desporto em 87 anos de vida. Num percurso que nos obrigada a recuar décadas, quando na qualidade de atleta foi por 12 vezes Campeão Regional de Ténis de Mesa. Representou a Madeira várias vezes no plano nacional. Foi, depois, futebolista, mas deixou patenteada a sua habilidade em outras modalidades.

Fundou o Clube Desportivo Flecha, projecto que viria a ser incorporado no Clube Desportivo 1.º de Maio, de que foi um dos seus mais ilustres dirigentes durante três décadas, desempenhando vários cargos na Direcção, até atingir a presidência do Clube. Foi ainda presidente da Assembleia-Geral do 1.º de Maio.

João Inácio Faria teve um percurso irrepreensível no desporto, mas também nas áreas do Associativismo e da Cultura. Foi presidente da Assembleia-Geral do Grupo de Folclore e Etnográfico da Boa Nova e, ao nível profissional, contribuiu para o prestígio e papel fundamental dos Técnicos Oficiais de Contas.

Homem notável, gerador de consensos por onde passou, de uma sabedoria e conhecimento muito particulares, respeitado e respeitador, é daquelas figuras que costumamos dizer que fazem parte da História das cidades e das suas colectividades. Serviu as instituições, deu-lhes prestígio, e delas nunca se serviu.

Mais do que justo e merecido, o Diploma de Mérito Municipal Desportivo da Cidade do Funchal atribuído, em 2017, a João Inácio Faria, foi um acto de justiça para com um Homem exemplar, de valores sólidos e nobreza de carácter, dirigente notável, que prestou relevantes serviços à “Mui Nobre e Leal Cidade do Funchal” e às suas instituições.

Recorde-se ainda a sua militância no partido, o trabalho como autarca em São Gonçalo e a sua dedicação e empenho nas causas sociais.

É a este ilustre Madeirense que a Comissão Política Regional do CDS-PP e o seu presidente pretendem homenagear, também na hora da sua morte, sublinhando a sua gratidão para com os relevantes serviços prestados em nome da nossa Região, do Desporto e da Cultura Madeirense, e da Autonomia.