Pedro Ramos elogia médicos dentistas pela colaboração com o serviço público de saúde

O secretário regional da Saúde e Protecção Civil, Pedro Ramos, referiu hoje que a Madeira tem sido pioneira no âmbito da saúde oral, com a implementação de medidas que ainda não estão em vigor no país. as declarações do governante foram prestadas aquando de uma reunião com o representante na RAM do Conselho Directivo da Ordem dos Médicos Dentistas, Gil Alves. A colaboração dos médicos dentistas no serviço público de Saúde da RAM, principalmente através dos centros de saúde, foi uma das medidas citadas pelo governante. A actuação dos mesmos no âmbito do Serviço de Urgência na área do traumatismo oral foi outra circunstância referida, bem como a implementação de programas de prevenção precoce na RAM. Foram, disse, 30 anos de actuação nesta área que têm conduzido a uma baixa da incidência de cáries dentárias, nos escalões etários mais jovens.

O SESARAM, afirmou, já deu os primeiros passos no sentido de regularizar as carreiras dos médicos que têm colaborado com o serviço público. “Teremos mais dentistas em todos os centros de saúde concelhios. O primeiro será o da Calheta, seguindo-se o de Santana e o do Caniço”, declarou, prometendo que “vamos continuar a trabalhar no âmbito da saúde e da prevenção”. O secretário com a pasta da Saúde disse-se “orgulhoso” de tudo o que tem sido feito, com o GR a dar apoio, mas também com o empenho dos médicos dentistas, “com uma colaboração sempre constante para que os objectivos fossem concretizados”.

“Logo que o Centro de Saúde da Calheta seja reaberto (sofreu uma intervenção no valor de três milhões e meio de euros)”, deverá estar já disponível este apoio em matéria de medicina dentária. “Todo o equipamento está lá já montado”. A inauguração do Centro deverá realizar-se durante o mês de Agosto, em princípio.