FAROL é o nome do fundo de emergência social no montante de meio milhão de euros

O Conselho do Governo reunido ontem em plenário, dia 21 de maio de 2020, resolveu criar o Fundo de Apoio Regional a Organizações Locais (FAROL), no âmbito da emergência social provocada pela pandemia da doença COVID-19 na Região Autónoma da Madeira, no montante de €500.000,00 (quinhentos mil euros), cuja entidade gestora será a Direção Regional dos Assuntos Sociais.

O FAROL será executado em parceria com as Casas do Povo da Região Autónoma da Madeira, no âmbito da atuação destas, nomeadamente nas áreas do apoio às famílias, aos idosos, às crianças e aos jovens e às pessoas em situação de desproteção social.

A competência para a aprovação da regulamentação do referido fundo foi delegada na Secretária Regional de Inclusão Social e Cidadania, Augusta Aguiar.

O Executivo releva o papel preponderante das Casas do Povo da Região no desenvolvimento social local pelo que “importa reforçar as medidas de apoio social já existentes”.