Papa pede ao mundo: não tens hoje um padre para te confessar? Volta-te para Deus, abre o coração a Ele e a tua alma passará de escarlate a branca como a neve”

Não tens um padre para te confessar, porque hoje tudo está suspenso? Tens opção. Faz o que te diz o Catecismo da Igreja Católica: ajoelha-te diante de Deus, abre o teu coração e pede, com sinceridade, perdão pelos teus pecados. Volta para o Pai. A tua alma, que estava escarlate com os teus pecados, tornar-se-á branca como a neve. Recebes, assim, o abraço do Pai. Depois, quando for possível, procura o sacerdote.
Estas palavras acabaram de ser proferidas pelo Papa Francisco, na celebração da Eucaristia, hoje transmitida pelas redes sociais do Vaticano, na sua residência oficial em Roma, a partir da capela de Santa Marta.
Inspirado na profecia de Oseias, que faz um apelo pungente a que todos se voltem para o Pai ou “Abba”, o Papá, o Santo Padre lembra que nenhum pecado de qualquer pessoa é superior ao Amor e à Misericórdia de Deus. Ele é aquele Pai que está sempre à espera, durante dias, anos, pelo regresso do filho muito amado que o abandonou. As suas palavras, no regresso, não são de ajuste de contas, mas de Misericórdia e de Festa. “Se soubessem a dimensão do Amor de Deus…”, lembrou o Sumo Pontifície ao mundo, num tempo em que a Itália está a sofrer uma verdadeira tragédia com a pandemia e é pedida oração pelos profissionais de saúde que cuidam de milhares de doentes.