Trabalhos na zona sobranceira à faixa sul do túnel Dr. João Abel de Freitas mantêm encerrada a VR1

A secretaria regional dos Equipamentos e Infraestruturas deu hoje a conhecer a necessidade de manter o encerramento da VR1 – Faixa Norte, entre o nó 12 (Pestana Júnior) e o nó 10 (Santo António), e dos ramos de entrada na VR1 no nó 12 (Pestana Júnior) e no nó 11 (Santa Luzia), no sentido Machico-Ribeira Brava, entre as 21h e as 06h. Esta nova situação surge “na sequência dos trabalhos na escarpa sobranceira ao Túnel Dr. João Abel de Freitas sobre a faixa Norte da VR1, no nó de Santa Luzia, onde se verificou a necessidade de execução de maior quantidade de pregagens face às expectáveis, com data prevista para o termo dos trabalhos na manhã de 05 de fevereiro de 2020”.

Adianta uma nota da referida secretaria que “com o termo dos trabalhos na faixa Norte, serão, de imediato, iniciados os trabalhos de reparação e consolidação da parte superior das escarpas sobranceiras ao emboquilhamento Sul do Túnel Dr. João Abel de Freitas, que se prevê decorrerem até 3 de março de 2020”.

Para a execução destes trabalhos será necessário proceder ao encerramento da VR1 no sentido Ribeira Brava-Machico, de 2ª-feira a sábado, entre as 21h e as 06h do dia seguinte, mantendo-se igualmente encerrada nos domingos, em período diurno, até às 21h (dias 09, 16 e 23 de fevereiro e dia 1 de março).

Esclarece a secretaria de Pedro Fino que “para já, o encerramento da VR1 para a execução destes trabalhos cinge-se ao fecho de parte do Túnel Dr. João Abel de Freitas, com encaminhamento dos utentes pelo ramo de saída do Nó de Santa Luzia (Nó 11), com entrada no ramo de entrada imediatamente a seguir, no Túnel dos Marmeleiros”.

O Secretário Regional de Equipamentos e Infraestruturas, Pedro Fino, apela, mais uma vez, à compreensão dos utentes. “Sabemos que estes condicionamentos poderão causar alguns incómodos, embora os trabalhos ocorram essencialmente em período noturno, mas estamos a trabalhar em prol da segurança, daí que solicitamos a colaboração no cumprimento da sinalização rodoviária existente no local”, sublinhou.