Juiz Filipe Câmara e advogado Eduardo Brito elucidam jovens da ESJM sobre comportamentos e crime

Os docentes de Educação Especial e a Equipa da Saúde da Escola Secundária Jaime Moniz, organizaram uma conferência sobre o tema “Os meus comportamentos serão crime?”. O juiz Filipe Câmara e o advogado Eduardo Brito foram, nesta sexta feira, os oradores convidados a elucidar os jovens sobre as consequências legais das atitudes dos jovens.

Odílio Freitas, vice-presidente da EJM, acolheu os oradores e os alunos tendo salientado a importância destas ações para o esclarecimento rigoroso de dúvidas dos discentes sobre a natureza e implicações dos atos dos cidadãos.

Frequentemente os jovens praticam algumas ações, através dos seus telemóveis nas redes sociais, através de linguagem oral/escrita ou mesmo fisicamente sobre outros jovens, que podem configurar delitos passíveis de serem julgados por entidades oficiais judiciais. É com alguma inquietação que se assiste ao facto de esses jovens serem protagonistas e destinatários de alguns comportamentos, sem terem consciência da gravidade dos mesmos. Por outro lado, a realidade tem revelado que estes comportamentos tendem a aumentar de número. Neste sentido, com a finalidade de informar e, consequentemente de se prevenir, foi considerado necessária a realização de um momento formal onde os futuros cidadãos adultos pudessem esclarecer as suas dúvidas e se informarem sobre a importância de estar atentos e evitarem determinados comportamentos puníveis por lei.

O juiz Filipe Câmara, acompanhado do advogado Eduardo Brito, elucidaram os jovens sobre os princípios legais e os comportamentos de risco e respetivas sanções.